A fotografia é meu texto, meu pretexto meu contexto.



Me lembro, ainda bem pequena, de ficar emocionada ao mexer na caixa de fotografias de minha mãe, onde me via bebê em seu colo, fotos do casamento dos meus pais, fotografias deles ainda crianças.

Isto me fascina até hoje, registro de fragmentos de nossa vida, nossos amores, nossos laços.

A memória é um “troço” tão forte e importante e ao mesmo tempo tão volátil.

Comecei cedo a fotografar, há mais de 20 anos e descobri na fotografia um gosto danado em eternizar momentos… e sempre com uma predileção por pessoas.

Às vezes tenho a sensaçao de fotografar a alma por detrás de olhares e sorrisos espontâneos.

Meu estilo é este!

A imagem perfeita?

Quando consigo ver a alma lá!

Juliana Gonzaga

Estúdio

Estúdio Juliana Gonzaga